RESTRIÇÕES DA TEORIA DA LIGAÇÃO E O PROCESSAMENTO DA CORREFERÊNCIA PRONOMINAL EM DOIS ESTÁGIOS

Márcio Martins Leitão, Gitanna Brito Bezerra, Dorothy Bezerra Silva de Brito

Resumo


Este trabalho investigou a atuação do princípio B da Teoria da Ligação no parsing de frases contendo o pronome “ele” com antecedente indisponível convergente ou divergente quanto aos traços de gênero, número e animacidade. Um experimento de leitura automonitorada revelou uma atuação imediata do princípio B e uma influência tardia dos antecedentes indisponíveis, vendo-se uma ação conjunta dos traços citados.

Palavras-chave


Teoria da Ligação; Princípio B; processamento correferencial

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22409/cadletrasuff.2014n49a8

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN (online) 2447-4207
ISSN (impresso) 1413-053X


Indexado em:

Periódicos Capes    Diadorim Sumarios.org   Sumarios.org Livre Latindex MLA DOAJ


Licença Creative Commons
O periódico Cadernos de Letras da UFF utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional (CC BY-NC 4.0).