TEXTO DRAMÁTICO: POR UMA TEORIA QUE ESTIMULE A LEITURA

Fabiano Tadeu Grazioli

Resumo


Este artigo apresenta reflexões teóricas acerca do texto dramático, sua natureza e sua estrutura – diálogos e rubricas. Apresentam-se, primeiramente, apontamentos que em nada colaboram para a leitura do texto dramático impresso. Em seguida, é apresentado o ponto de vista contrário, trazendo-se estudos que permitem pensar a leitura do referido gênero literário e, mais do que isso, podem incentivar tal prática.


Palavras-chave


texto dramático; leitura; teoria.

Texto completo:

PDF

Referências


GONZAGA, Sergius. Curso de Literatura Brasileira. Porto Alegre: Leitura XXI, 2004.

LAJOLO, Marisa. A leitura em Formação da literatura brasileira de Antonio Cândido. Desenredo.Universidade de Passo Fundo, Passo Fundo, v.1, n. 1, p. 76-91, semestral, 2005.

MAGALDI, Sábato. Iniciação ao teatro. Rio de Janeiro: Ao livro técnico, 1965.

MAIA, João Domingues. Literatura: textos e técnicas. São Paulo: Ática, 1995.

MEDEIROS, Elen de. Nelson Rodrigues e as Tragédias Cariocas: um estudo das personagens. SBU, http://libdigi.unicamp.br, 30/07/2015.

MOISÉS, Massaud. Guia prático de análise literária. São Paulo: Cultrix, 1969.

RAMOS, Luiz Fernando. O parto de Godot e outras encenações imaginárias: a rubrica como poética de cena. São Paulo: Hucitec/Fapesp, 1999.

REIS, Carlos. O conhecimento da literatura. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2003.

ROSENFELD, Anatol. Literatura e Personagem. In: __________. A Personagem de Ficção. Série Debates: Literatura. São Paulo: Perspectiva, 2002.

VASCONCELLOS, Luiz Paulo. Dicionário de teatro. Porto Alegre: L&PM, 1987.




DOI: http://dx.doi.org/10.22409/cadletrasuff.2016n52a76

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN (online) 2447-4207
ISSN (impresso) 1413-053X


Indexado em:

Periódicos Capes    Diadorim Sumarios.org   Sumarios.org Livre Latindex MLA DOAJ


Licença Creative Commons
O periódico Cadernos de Letras da UFF utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional (CC BY-NC 4.0).