A preferência pela negação: um estudo sobre a recusa de existência na ‘Clepsidra’, de Camilo Pessanha

Ezequias Silva Santos

Resumo


O objetivo desse artigo é analisar os poemas “Inscrição” e “Poema final”, de Camilo Pessanha, sob o prisma da negação, estando essa análise ancorada nas perspectivas filosóficas de Martin Heidegger em Ser e tempo (2015) e Arthur Schopenhauer em O mundo como vontade e representação (2015).


Palavras-chave


Camilo Pessanha; Martin Heidegger; Arthur Schopenhauer; negação.

Texto completo:

PDF

Referências


BAUDRILLARD, Jean. Simulacros e simulação. Lisboa: Relógio d’água, 1991.

FRANCHETTI, Paulo. Nota sobre o texto e a ordem. In: PESSANHA, Camilo. Clepsidra. São Paulo: Ateliê Editorial, 2009, p. 11-51.

HEIDEGGER, Martin. Ser e tempo. 10. ed. São Paulo: Editora Universitária São Francisco, 2015.

MÁTTAR, João. O processo simbólico na Clepsidra de Camilo Pessanha: a construção do discurso poético pela desconstrução das categorias da percepção e do entendimento. 1. ed. São Paulo: Centro de Estudos Portugueses da Universidade de São Paulo, 1996.

SAMPAIO, Evandro. Por que somos decadentes? Afirmação e negação da vida segundo Nietzsche. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2013.

SARTRE. Jean Paul. O ser e o nada: ensaio de ontologia fenomenológica. 24. ed. São Paulo: Vozes, 2015.

SCHOPENHAUER, Arthur. Da morte; Metafísica do amor; Do sofrimento do mundo. São Paulo: Martin Claret Ltda., 2001.

SHCOPENHAUER. Arthur. O mundo como vontade e como representação. Tomo I. 1. ed. São Paulo, Unesp, 2015.

SCHOPENHAUER, Arthur. O mundo como vontade e como representação. Tomo II. 1. ed. São Paulo: Unesp, 2015.




DOI: http://dx.doi.org/10.22409/cadletrasuff.2019n58a659

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN (online) 2447-4207
ISSN (impresso) 1413-053X


Indexado em:

Periódicos Capes    Diadorim Sumarios.org   Sumarios.org Livre Latindex MLA DOAJ


Licença Creative Commons
O periódico Cadernos de Letras da UFF utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional (CC BY-NC 4.0).