O PROFESSOR E O ALUNO COMO AGENTES DO DESENVOLVIMENTO DA LEITURA

Debbie Mello Noble, Solange Mittmann

Resumo


Neste artigo, nos propomos a apresentar alguns apontamentos a respeito do desenvolvimento da leitura pelos alunos nas escolas. Partindo de uma concepção discursiva sobre a leitura, que leva em conta o jogo entre língua, condições de sua produção e sujeito, consideramos que tanto professores como alunos têm papel atuante nesse desenvolvimento. Nesse sentido, defendemos uma prática docente que ofereça possibilidades de deslizamentos de sentidose de inserção dos alunos no jogo discursivo.


Palavras-chave


Ensino de Leitura; Prática docente; Leitura e Sentido.

Texto completo:

PDF

Referências


CAZARIN, Ercília Ana. A leitura: uma prática discursiva. Revista Linguagem em (Dis)curso. v.6, n.2, maio/ago. 2006. Disponível em: . Acesso em: 20 out. 2015.

INDURSKY, Freda. A Análise do Discurso e sua inserção no campo das ciências da linguagem. Cadernos do IL, Porto Alegre, n.20, 7-21, 1998.

MITTMANN, Solange. Formação do leitor: o que o ensino de gramática tem a ver com isso? In: CAZARIN, Ercília Ana; RASIA, Gesualda. (Org.). Ensino Aprendizagem de Línguas: Língua Portuguesa. Ijuí, 2007, p. 81-105.

ORLANDI, Eni P. Discurso e leitura. São Paulo: Cortez, 2012.

PÊCHEUX, Michel. Metáfora e interdiscurso. In: PÊCHEUX, Michel. Análise de Discurso. Campinas: Pontes, 2012.

RITER, Caio. A formação do leitor literário em casa e na escola. São Paulo: Biruta, 2009.

SPALDING, Marcelo. História da Leitura. Digestivo Cultural, São Paulo, 2011.




DOI: http://dx.doi.org/10.22409/cadletrasuff.2016n52a196

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN (online) 2447-4207
ISSN (impresso) 1413-053X


Indexado em:

Periódicos Capes    Diadorim Sumarios.org   Sumarios.org Livre Latindex MLA DOAJ


Licença Creative Commons
O periódico Cadernos de Letras da UFF utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional (CC BY-NC 4.0).