CAPAS E CONTRACAPAS DE LIVROS ILUSTRADOS: ESPAÇOS PRIVILEGIADOS DE ESTRATÉGIAS DISCURSIVAS

Margareth Silva de Mattos, Patricia Ferreira Neves Ribeiro, Sabrina Vianna

Resumo


Este trabalho tem como propósito investigar, com base na teoria Semiolinguística de Análise do Discurso, capas e contracapas de livros ilustrados – paratextos editoriais relevantes para a formação do leitor literário –, buscando destacar, mais pormenorizadamente, as diversificadas estratégias discursivas presentes nas contracapas.


Palavras-chave


paratextos editoriais; estratégias discursivas; formação do leitor literário.

Texto completo:

PDF

Referências


CHARAUDEAU, Patrick. Linguagem e discurso: modos de organização. 2. ed. Coordenação da equipe de tradução: Angela M. S. Corrêa e Ida Lúcia Machado. São Paulo: Contexto, 2010.

______. Identidade social e identidade discursiva: fundamento da competência situacional. In: PIETROLUONGO, Márcia (org.). O trabalho da tradução. Rio de Janeiro: Contra Capa, 2009, p. 309-326.

______; MAINGUENEAU, Dominique. Dicionário de Análise do Discurso. Tradução Fabiana Komesu. São Paulo: Contexto, 2008.

CHARAUDEAU, Patrick. Discurso das mídias. Tradução Angela M. S. Corrêa. São Paulo: Contexto, 2006.

______. Visadas discursivas, gêneros situacionais e construção textual. In: MACHADO, I. L.; MELLO, R. (orgs.). Gêneros: reflexões em análise do discurso. Belo Horizonte: NAD/FALE/UFMG, 2004, p. 13-41.

COLOMER, Teresa. A formação do leitor literário: narrativa infantil e juvenil atual. Tradução Laura Sandroni. São Paulo: Global, 2003.

GENETTE, Gérard. Paratextos Editoriais. Tradução Álvaro Faleiros. Cotia, SP: Ateliê Editorial, 2009.

GOMEZ-PALACIO, Bryony; VIT, Armin. A referência no design gráfico: um guia visual para a linguagem, aplicações e história do design gráfico. Tradução Marcelo Alves. São Paulo: Blucher, 2011.

LINDEN, Sophie Van der. Para ler o livro ilustrado. Tradução Dorothée de Bruchard. São Paulo: Cosac Naify, 2011.

MARTINS FILHO, Plínio; ROLLEMBERG, Marcello. Edusp: um projeto editorial. 2. ed. São Paulo: Ateliê Editorial, 2001.

MORAES, Odilon de. O projeto gráfico do livro infantil e juvenil. In: OLIVEIRA, Ieda de. (Org.). O que é qualidade em literatura infantil e juvenil?: com a palavra, o ilustrador. São Paulo: DCL, 2008.

NIKOLAJEVA, Maria; SCOTT, Carole. Livro ilustrado: palavras e imagens. Tradução Cid Knipel. São Paulo: Cosac Naify, 2011.

PAULIUKONIS, Maria Aparecida Lino. Texto e contexto. In: VIEIRA, Silvia Rodrigues; BRANDÃO, Silvia Figueiredo. Ensino de gramática: descrição e uso. São Paulo: Contexto, 2007, p. 239-258.

POWERS, Alan. Era uma vez uma capa. Tradução Otacílio Nunes. São Paulo: Cosac Naify, 2010.

RAMOS, Ana Margarida. Literatura para a infância e ilustração: leituras em diálogo. Porto: Tropelias & Companhia, 2010.

RIBEIRO, Milton. Planejamento visual gráfico. Brasília: Linha Gráfica Editora. 2000.




DOI: http://dx.doi.org/10.22409/cadletrasuff.2016n52a119

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN (online) 2447-4207
ISSN (impresso) 1413-053X


Indexado em:

Periódicos Capes    Diadorim Sumarios.org   Sumarios.org Livre Latindex MLA DOAJ


Licença Creative Commons
O periódico Cadernos de Letras da UFF utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional (CC BY-NC 4.0).